Prévia de Panthers vs Seahawks

No domingo, Carolina Panthers e Seattle Seahawks se enfrentam na segunda rodada dos playoffs da NFL. No playoffs do ano passado, o mesmo confronto aconteceu na mesma rodada, mas em situações completamente diferentes. Naquele momento, o Seahawks, que era o atual campeão, estreava naquela pós temporada, defendendo o seu título. Do outro lado, um enfraquecido Panthers, que se classificou com um modesto 7-8-1, apenas passou da primeira fase por ter encontrado um Cardinals liderado por Ryan Lindley, seu terceiro QB na época.

Amanhã, teremos um confronto completamente diferente, e com uma atmosfera de revanche. Que tal, então, saber um pouco mais sobre o confronto?

Carolina Panthers

Ano passado, como já dito, o Panthers foi eliminado nos playoffs, em um apertado jogo contra o Seattle Seahawks. Após aquilo, vindo de uma campanha de 7 vitórias, 8 derrotas e um empate, muitos duvidaram da capacidade do HC Ron Rivera. No ano seguinte, porém, o time embalou e emplacou a melhor campanha da NFL, com impressionantes 15 vitórias e apenas uma derrota. Ainda assim, muitos críticos e fãs da nossa amada liga duvidam da capacidade desse time.

No ataque, vimos uma das melhores performances de um quarterback nos últimos anos. Favorito ao prêmio de MVP, Cam Newton, afirmando seu status de ameaça dupla, passou para 3800 jardas e correu para mais 630, totalizando 45 TDs, sendo 35 passados e 10 corridos. Vale lembrar que Cam perdeu o seu principal recebedor, Kelvin Benjamin, antes mesmo da temporada começar. Trabalhando com WRs não tão confiáveis, tais como Ted Ginn e o novato Devin Funchess, e com o auxílio do bom jogo corrido do running back Jonathan Stewart, o ataque da franquia de Carolina funcionou e foi um dos melhores no ano.

Porém, é na defesa que está o diferencial desse elenco. Além da força ofensiva, a unidade defensiva tem nomes como Luke Kuechly e Thomas Davis, candidatos ao prêmio de Defensive Player of the Year. Como se já não bastasse, vimos, no ano de 2015, o nascimento de uma estrela. Após ser draftado com poucas expectativas, o CB Josh Norman trabalhou duro e elevou o nível do seu jogo, colocando-se no mesmo patamar de jogadores já creditados como estrelas, tais como Darrelle Revis e Patrick Peterson. A melhora de Norman foi essencial para dar o equilíbrio necessário nessa defesa, onde o front seven sempre foi fantástico, porém, a secundária sempre foi enfraquecida. Na verdade, no momento, a secundária pode ser um dos fatores que levarão o time à vitória.

Seattle Seahawks

A moral do Seahawks vem alta para esse jogo, depois de ter derrotado o Vikings na gelada Minnesota, graças a um erro de field goal no fim do jogo. Mas não podemos colocar os méritos da classificação da franquia todos nesse lance, o ataque mesmo totalmente atrapalhado pelas condições climáticas teve alguns lampejos que mostrou que o time é perigoso. Russel Wilson mais uma vez mostrou por que está na corrida pra MVP na liga e no momento crucial do jogo conseguiu um passe para um ganho absurdo de jardas em uma jogada que parecia condenada, além é claro da fantástica recepção com uma das mãos do camisa 89, Doug Baldwin, que também está tendo números bastante volumosos e vai desafiar a temida secundária de Carolina.

O retorno de Marshawn Lynch é esperado para este jogo, e pode deixar o ataque da franquia mais perigoso ainda, pois se a defesa do Panthers tiver que voltar as suas atenções pra conter o Beast Mode pode abrir a janela que Wilson precisa pra fazer sua jogada preferida: os passes longos em seus rápidos recebedores.

Além disso,o ataque dos Panthers também não terá vida fácil. Já é quase clichê falar isso, mas a defesa do Seahawks pode trazer muito perigo a Cam Newton e companhia. No Wild Card round um dos destaques,e fator determinante para o sucesso foi a defesa contra o jogo terrestre se mostrando em excelente forma,que conseguiu transformar Adrian Peterson em um reles mortal. Destaque para o linebacker Bobby Wagner, uma máquina de forçar fumbles. Além disso, se de um lado nós temos Norman do outro nós temos Richard Sherman e sua Legion of Boom. Ele é um excelente CB que costuma aparecer nos momentos decisivos, como no NFCCG de 2013. E ele não vem sozinho, para completar, temos uma das duplas de S mais completa da liga, Earl Thomas III + Kam Chancellor que sempre infernizam a vida dos adversários,tanto marcando o fundo do campo quanto nas formações 8-man-in-the-box.

O confronto

Não será a primeira vez que veremos esse confronto na temporada. Na semana 6, os times se enfrentaram na cidade de Seattle, e o time da Carolina do Norte saiu vitorioso, com o placar de 27 a 23. Naquele jogo, o QB e candidato a MVP Cam Newton correu para 1 TD, e passou para 1 TD e 2 interceptações. Porém, esse TD passado veio numa grande e explosiva campanha, percorrendo 80 jardas na cara da forte defesa do Seahawks em apenas um minuto e quarenta e oito segundos, deixando Seattle sem tempo para tentar voltar no jogo. Ali, Cam Newton provou que estava na conversa para MVP da temporada.

Por outro lado, Russell Wilson completou 60% dos seus passes e fez um TD passando a bola, conectando com o então saudável Ricardo Lockette. Naquele jogo, o destaque foi o agora machucado TE Jimmy Graham, com 14o jardas recebidas. Na revanche, que acontecerá nesse domingo, o foco será colocar o ataque corrido para funcionar, coisa que não foi possível no primeiro jogo, devido ao grande esforço do fortíssimo front seven da equipe do Panthers. É um dos jogos mais importantes da temporada para ambos os times, um jogo que, além de decidir quem avança nos playoffs, pode provar a capacidade dos QBs que estarão em campo.

O que esperar?

Na arquibancada, podemos esperar aquele ambiente puro e apaixonante, já conhecido dos playoffs da NFL. Após o 15-1, Charlotte respira futebol americano. O belo Bank of America Stadium estará lotado de torcedores, e a festa será linda.

Dentro de campo, devemos esperar grandes atuações da defesa. É bem improvável que algum dos times chegue a pontuações muito altas, visto que as defesas de ambos são muito fortes. Você verá Luke Kuechly fazendo tackles no campo todo, verá Josh Norman colado com os WRs de Seattle, assim como verá Richard Sherman, Earl Thomas e Legion of Boom não deixar janelas para Cam Newton passar. No ataque, cautela será a palavra de ordem, para evitar turnovers bobos. Por isso, passes curtos e corridas serão muito usadas. É um dos jogos mais tensos e esperados da temporada, e é por isso que você, leitor, não deve perder por nada!

E aí, pra quem vai a sua torcida?

Posts Relacionados