Prévia de Packers vs Cardinals

Nesse sábado, as 23h15, Arizona Cardinals e Green Bay Packers se enfrentam no University of Phoenix Stadium, em Glendale, Arizona, palco do último Super Bowl. O jogo terá transmissão da ESPN e do Esporte Interativo, e vai reunir o segundo melhor time da NFL na temporada regular, e um time que nunca pode ser subestimado nos playoffs.

Arizona Cardinals

Estreando nos playoffs, por ter sido a seed #2 e ter conseguido o bye na primeira rodada, a equipe finalmente chega com poucas lesões à pós temporada. Lembramos que, no ano passado, o time, após empolgar na temporada regular, jogou a primeira rodada dos playoffs com o seu terceiro QB, Ryan Lindley. Agora, com Carson Palmer voando e sendo candidato a MVP, o time tem tudo o que precisa para avançar e ir longe. Porém, aparentemente, o time não consegue jogar sem lesões. O FS Tyrann Mathieu, eleito para o Pro Bowl, se machucou sozinho no final do jogo contra o Eagles, e está fora dos playoffs. Ainda assim, as grandes peças de reposição da equipe a colocaram em posição para continuar indo bem.

No ataque, muito da produção do Palmer vem do equilíbrio da unidade. Com boas corridas de David Johnson, a velocidade impressionante de John Brown e a segurança nas mãos de Michael Floyd e Larry Fitzgerald, o veterano quarterback tem a confiança necessária para fazer esse ataque fluir. Além deles, a OL do Cardinals figura entre as melhores da liga, com jogadores como o LT Jared Veldheer e o LG Mike Iupati, dando a proteção para esse ataque.

Na defesa, temos uma das melhores unidades da NFL. Liderados pelo DE Calais Campbell e pelo CB Patrick Peterson, o time é ótimo parando a corrida e neutraliza os playmakers adversários de uma forma primorosa. Contra um ataque onde os WRs precisam fazer jogadas, esse será um matchup que pode decidir a partida.

Green Bay Packers

A franquia do estado de Wisconsin começou a temporada com arrasadores 6-0. Naquele momento, todos os analistas colocavam a equipe como favorita inabalável ao Super Bowl. E então, a bye week veio, e com ela, a tormenta do Packers começou. Problemas com o jogo corrido, lesões na defesa, wide receivers com problemas de drops, OL cheia de buracos, ineficiência ofensiva e jogos apertados. Essa foi a tônica do restante de temporada do Packers, o que resultou em apenas uma das vagas do Wild Card. Sim, pela primeira vez desde 2009, o Vikings ganhou a NFC North, e o Packers foi apenas o segundo.

Desacreditados, inclusive por este que vos escreve, o time viajou para enfrentar o Washington Redskins, na capital americana. O início da partida fez os torcedores da franquia da pequena cidade pensarem o pior. Safety, ganhos longos e campanhas seguidas resultando em pontuação. Até que, como que num passe de mágica, o velho Packers apareceu.

No ataque, boas corridas de Eddie Lacy e de James Starks, combinados com belos lançamentos de Aaron Rodgers para Randall Cobb, Davante Adams e James Jones. Na defesa, um front seven se superando e pressionando o quarterback adversário. Sim, aquele Packers das seis primeiras semanas, havia retornado. E é esse Packers que deve aparecer para jogar em Glendale, no sábado. O time que todos nós conhecemos, o time explosivo no ataque e seguro na defesa, o time que pode vir a ganhar o Super Bowl.

O confronto

Não será a primeira vez que esses times se encontram nessa temporada. O primeiro encontro, na semana 16, no mesmo palco do jogo de sábado, é um jogo a ser esquecido pelo Packers. Com nove sacks feitos pelo Cardinals, recuperações de fumbles retornados para TD, interceptações na end zone, o jogo terminou em arrasadores 38 a 8 para o time do deserto. Detalhe, ambos os quarterbacks titulares não jogaram em grande parte do segundo tempo, já que o jogo estava definido, e existia o risco das lesões.

A tônica da partida estará no matchup entre os recebedores de Green Bay, contra a fortíssima secundária de Arizona. Caso Randall Cobb e companhia consigam fazer as suas rotas precisamente e abrir espaços para as recepções, isso pode ser o caminho para a vitória.

O que esperar?

O que devemos esperar do jogo na noite de sábado, no ataque do Cardinals, é a regularidade pela qual o ataque já é muito conhecido. Será interessante ver tal ataque produzir, já que o mesmo tem grande potencial para jogadas longas e explosivas.

No ataque do Packers, 2 disputas marcarão o jogo, sendo elas a questionável OL do time de Wisconsin contra o forte pass rush da equipe do Arizona, e o já citado embate entre WRs e secundária.

O jogo promete ser um dos melhores dessa pós temporada, e requer que todos nós, fãs da NFL, assistam. Para quem vai a sua torcida?

Posts Relacionados